Leia aqui as postagens de meu blog:

Buscar
  • Poeta Perdido

A importância da autocompreensão

Atualizado: Mai 13



Se não leu ainda, leia o meu primeiro artigo onde abordo o tema: Como lidar com o sofrimento profundo? -> Clique aqui. Se já leu, confira o texto a seguir:


Para aqueles que sofrem, e todos sofremos, há uma profunda importância em compreender o sofrimento, para que assim se possa amenizá-lo. Sobretudo os que estão passando por períodos de profundo sofrimento. Esse processo de compreender o sofrimento, só vem a partir da autocompreensão. A superação desse sofrimento, portanto, está atrelada diretamente ao processo de compreender a si mesmo, e é isto que tenho observado em minhas experiências relacionadas ao meu sofrimento. Porém, a autocompreensão é complexa e bastante ampla, o suficiente para ser uma jornada penetrante, que exigirá a compreensão de questões intrínsecas ao ser humano, em que muitas por suas vezes não fazem parte do indivíduo, mas que o atingem continuamente.

Portanto este caminho de autocompreensão acaba por ser muito enriquecedor, e oferece ao indivíduo transformações importantes em seu ser e seu caráter, evoluindo sua mente a níveis surpreendentes em relação à vida estagnada que a ignorância e o sofrimento proporcionam. É tanto assim, pois os materiais em que o indivíduo irá refletir vão além da limitação da existência dele mesmo, uma vez que compreender a si mesmo se trata de compreender um ser humano, que quanto mais compreendido mais complexo de ser compreendido se torna. Posso afirmar com veracidade, que compreender a totalidade de um ser humano é equivalente a compreender a totalidade do universo inteiro, pois creio sermos excepcionais universos em constante inter-relacionamento. Somos multiversos contendo em si parte da vida consciente que existe não a partir de nós, mas muito acima de nós. A plena compreensão disso traz muitos distúrbios e confusões, mas coloca o indivíduo numa realidade curadora, capaz de propiciar o devido autocontrole necessário a todos, para que possamos conciliar nossa consciência com esta vida que está acontecendo em frente aos nossos olhos.

Esta conciliação é como se o indivíduo sintonizasse sua mente na frequência em que a vida soa, e então ele pudesse assim observá-la de uma forma mais limpa, dando-lhe o poder de controlar a si mesmo perante a esta realidade. Lastimosamente observamos que muitas pessoas - se não a maioria em nosso meio - vivem uma vida absolutamente desorientada, e portanto acredito que aquilo que lhes falta é exatamente esta compreensão de seu lugar no universo, esta falta de conciliação com o universo. Desta forma, compreender a si mesmo se torna um dilema dramático, uma passagem difícil de ser trilhada porém profundamente transformadora.

Aos indivíduos que leem, relato que esta compreensão transformou minha vida, meu ser e minha individualidade perante ao universo. Pois percebi o quão faço parte da mesma unidade deste universo. Todos fazemos parte, e é absolutamente necessária esta compreensão para aliviar o sofrimento. Porém acredito que nesta jornada existem muitos aprendizados, que esclarecem o caminho da autocompreensão para todos aqueles que se interessam, pois afinal interessa a todos nós. Compreender a si mesmo significa compreender o mundo, a vida, a mente, o tempo, o contexto, a história, a morte, e diversos outros componentes que atingem o indivíduo, o ser humano como um todo. Também significa compreender a suas questões internas, seus medos, seus limites, sua história de vida, seus traumas, sua formação neste mundo, seu psicológico, sua energia, sua espiritualidade, sua moralidade, e vários outros temas também. Portanto é necessário entender que se trata de uma jornada densa, ramosa e carregada de aprendizados sobretudo reveladores.

Neste texto quero me ater somente em introduzir a importância desta compreensão, porém em muitas das reflexões acerca desta temática, eu registrei boa parte da minha própria jornada de autocompreensão, onde deixo exposto no meu livro chamado ‘Meu mundo misterioso’. É uma obra filosófica, onde se trata justamente deste processo de compreender todos esses vários temas que nos cercam, que são profundos e difíceis de serem digeridos comumente. Acredito ser um texto muito importante a quem estiver disposto em iniciar esta jornada, onde você poderá ler na área de textos filosóficos no site, ou clicando aqui.

A leitura deste breve livro, vai elucidar com mais minuciosidade este caminho de extrema importância a todos nós, e mais ainda a aqueles que estão em sofrimento profundo, seja pelas várias formas da depressão, por abandono social e/ou desprezos familiares, e/ou outras situações de grave sofrimento. Recomendo extremamente a leitura, para compreender a complexidade da vida, e assim poder conectar-se em uma frequência transformadora, e principalmente curadora.

Porém, para além da leitura deste livro, que é fundamental para a compreensão sobre diversos conceitos que compõem o ser humano que somos, e assim poder possibilitar uma caminhada evolutiva e curadora, é necessário transcender a filosofia, e elaborar uma prática para esta filosofia. Ora pois, a Filosofia por si só se esvai num instante, sem a real prática de seus conceitos. Portanto irei dedicar meus próximos artigos em elucidar sobre uma prática valiosa a ser feita por todos que se dispuserem a caminhar pela estrada da cura e da evolução. É uma prática que usa da Mente, para obter pérolas de aprendizado ao Ser, onde a experiência é transformadora e evolutiva. Leia meu próximo artigo para conhecer melhor sobre esta prática.



-> Leia também outros textos na área de textos filosóficos, e algumas poesias escritas por mim. Leia outros textos no blog, comente o que pensa sobre e compartilhe caso ache este conteúdo interessante! Obrigado por estar aqui.




49 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo